domingo, 11 de outubro de 2015

A FARSA DO PAULINISMO

Vamos esmiuçar a vida de um homem que definiu o rumo do cristianismo: Saulo que mudou de nome para São Paulo. Analisemos de início dois versos que ele mesmo se declara farsante e mentiroso.

O que importa é que Cristo seja anunciado de qualquer jeito, ou com fingimento (mentira) ou em verdade; Fl 1:18.


Mas, se pela "minha mentira" abundou mais a verdade de Deus para glória sua, por que sou eu ainda julgado também como pecador? Rm 3:7.


Os teólogos criam intermináveis debates acerca do que Paulo acreditava, mas quem quiser vasculhar afundo vai descobrir lacunas na vida do apóstolo que só poderão ser preenchidas por opiniões e interpretações pessoais. Paulo escreveu um evangelho à sua maneira, dando muitas vezes o seu parecer. Ensinos diferentes do que Jesus pregava. Vamos a um exemplo?

Paulo disse: Ora, quanto às virgens, não tenho mandamento do Senhor; dou, porém, A MINHA OPINIÃO... I Cor 7:25. Esse é apenas 1 exemplo.

Supostamente Paulo escreveu 13 cartas que foram acopladas no novo testamento consideradas 'inspiradas', por isso entrou no Canon oficial da igreja, que considerou as opiniões pessoais de Paulo inspirações divinas. As cartas são:

  1. Romanos
  2. Primeira Coríntios
  3. Segunda Coríntios
  4. Gálatas
  5. Efésios
  6. Filipenses
  7. Colossenses
  8. Primeira Tessalonicenses
  9. Segunda Tessalonicenses
  10. Primeira Timóteo
  11. Segunda Timóteo
  12. Tito
  13. Filemon
A Carta aos Hebreus, já foi atribuída a Paulo, mas hoje todos concordam que a obra não é dele. A influência de Paulo é indiscutível. Mas, para uma corrente de historiadores e teólogos, ele deturpou os ensinamentos de Jesus Cristo, a ponto de a mensagem cristã que sobreviveu ao longo dos séculos ter origem não em Cristo, mas em Paulo. O que existe hoje é um "paulinismo", não um cristianismo.

Não foi um dos 12 apóstolos, não esteve entre os evangelistas, não conheceu Jesus. Paulo de Tarso é tido como um dos maiores intérpretes do cristianismo, suas epístolas foram um grande instrumento difusor da doutrina cristã entre os povos não-judaicos. Mas a pregação de Paulo não é a mesma de Jesus. Há vários indícios de que Paulo divulgou, em nome do Cristo, uma doutrina falsificada, isto é, um cristianismo alinhado com suas convicções pessoais.


Nasceu em Tarso na Ásia Menor, e trabalhava para aos romanos como uma espécie de agente federal. Ele fazia investigações para descobrir os locais de reunião dos seguidores de Jesus, para captura-los e mata-los. Anos depois da crucificação de Cristo, numa de suas incursões ele teria tido uma "visão de Jesus" e se convertido ao cristianismo. Foi aceito pela comunidade cristã, onde estudou por vários anos. Paulo começou, então, a divulgar a doutrina, mas com diversas mudanças. Os cristãos se opuseram a essas alterações, o que culminou com a sua expulsão.

Muito do conteúdo das epístolas está claramente em oposição à doutrina de Jesus. Isso ficou evidente após o descobrimento de escrituras autênticas e completas dos ensinamentos de Cristo: O Evangelho dos Doze Santos, encontrado em 1850 no Tibete; o Evangelho Essênio da Paz, achado na Biblioteca do Vaticano em 1925; e os Manuscritos do Mar Morto, encontrados em 1945 numa caverna do Oriente Médio, com os ensinamentos dos essênios que viveram nos séculos I e II. Comparemos algumas das palavras de Jesus, com as palavras de Paulo, segundo suas próprias epístolas:


Escravidão
Jesus: “Protegereis o fraco (...) Deus mandou-me ajudar os quebrantados, para proclamar liberdade aos cativos”. Paulo: “Escravos, sejam obedientes a seus mestres, com temor e estremecimento, assim como a Jesus”. (Efésios 6) “(...) Se seu proprietário é um cristão (...) devem trabalhar mais duro porque um irmão na fé está lucrando com a labuta”.

Vegetarianismo
Jesus: “Não comereis a carne nem bebereis o sangue de nenhuma criatura abatida (...) Porque das frutas das árvores e das sementes das ervas Eu partilho somente”. Paulo: “Aqueles cuja fé é fraca comem somente vegetais”. (Romanos 14)

Remissão dos pecados
Jesus: “Nenhuma oferenda de sangue, de besta, de pássaro ou de homem pode tirar o pecado. Como pode a consciência ser purgada de pecado pelo derramamento de sangue inocente?” Paulo: “Com efeito, quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão (...) O sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, a si mesmo se ofereceu sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência.” (Hb 9)

Celibato
Jesus: “O casamento deve ser entre um homem e uma mulher, que por perfeito amor e simpatia são unidos; e enquanto o amor e a vida duram, como deve ser em perfeita liberdade. (Quando tinha 18 anos, Jesus foi casado com Míriam, uma virgem da tribo de Judá, com quem viveu 7 anos). Paulo: “Quero que todos os homens sejam como eu sou”; (Celibatário) (I Cor 7:7)

Discriminação da mulher na Igreja
Jesus: “Em Deus o masculino não é sem o feminino, nem o feminino sem o masculino (...) Deus criou a espécie humana na divina imagem macho e fêmea (...) Assim devem os nomes do Pai e da Mãe ser igualmente reverenciados (...) Deixai-os escolher, dentre eles mesmos, homens e mulheres (...) que exercerão o sagrado ministério”. Paulo: “E não permito que a mulher ensine”. (Tm 2:14) “A cabeça de todo homem é Cristo; a cabeça de toda mulher é seu marido.” (Ef 4). Paulo era a favor de apedrejamento de mulheres. Em Carta aos Romanos, por exemplo, no capítulo 13, defende que as leis romanas sejam cumpridas.

Obediência ao Governo (Roma)

Jesus: “Cuidarei e protegerei o fraco e aqueles que são oprimidos e todas as criaturas que sofrem injustiça.” Paulo: “Cada um se submeta aos políticos, pois não há autoridade que não venha de Deus, e as que existem foram estabelecidas por Ele.

Doutrina da salvação

Jesus: Pois digo a vós, a não ser que vossa justiça sobrepuje a dos escribas e fariseus, não entrareis no Reino do Céu. Paulo: “Se com tua boca confessares Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Paulo diz que os pecados são perdoados se a pessoa acreditar que Jesus morreu na cruz por ela. É a doutrina da salvação em que o herói derrama seu sangue e todos são perdoados por causa dele. Enquanto isso, Jesus diz: ‘Eu sou o caminho, a verdade e a vida’. Para Jesus, a salvação será dada àqueles que seguirem seus ensinamentos e não só crer e confessar o nome de Jesus como Paulo afirma. Os defensores de Paulo discordam, e afirmam que o apóstolo foi mais uma vez mal interpretado. São duas doutrinas diferentes. 

Homossexualismo

Jesus: Não citou o assunto. Paulo: Deus entregou os homossexuais a paixões infames. Dignos de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem; Rm 1:18-32.


Paulo Homossexual enrustido?

Paulo antes da conversão, era um homem que se odiava muito. Não há registro do motivo do ódio, mas ele se descreve as vezes como um pecador da pior espécie. Um homem condenado aos olhos de Deus e destinado ao inferno, principalmente porque seus próprios "membros" se recusavam a cooperar. Algo perturbava muito Paulo, o ESPINHO NA CARNE. Muitas sugestões foram apresentadas para explicar esse espinho. Poucas são realmente convincentes. Ma a sugestão mais provável é que Paulo era um homossexual enrustido.

O homossexualismo não era amplamente condenado nesta região na época, mesmo assim podia ter sido uma interpretação pessoal sua das proibições em Levítico que o levou a considerar-se um pecador por ser homossexual. Quando ele passa pela sua conversão, percebe que pela graça de Deus, seu homossexualismo não importa mais, pois Deus ama todos igualmente. Paulo fala em suas cartas de seu desamor e vergonha, suas palavras são profundas e surpreendentemente semelhantes às de outros homossexuais criados num ambiente cristão. 


Somente esta teoria explicaria todos os aspectos estranhos das atitudes de Paulo em relação à sexualidade e a aversão as mulheres, a tendência de castidade, sua misoginia extrema, o fato dele ter permanecido solteiro e ter incentivado outros a fazerem o mesmo, e as discussões freqüentes sobre o fato dos membros do seu corpo não cooperarem com seus objetivos espirituais, e seu desespero por não conseguir efetuar as mudanças que gostaria. Todas essas evidências corroboram a teoria do homossexualismo reprimido de Paulo. As outras teorias não explicam nem a metade de suas idiossincrasias.


Não existe nenhuma evidência factual do homossexualismo de Paulo. A evidência é circunstancial. Essa teoria incomoda os cristãos. Tudo realmente se encaixa analisando imparcialmente. Faz sentido dentro do contexto. Não importa nem um pouco se Paulo era ou não homossexual; simplesmente a teoria que melhor se encaixa com os fatos, e até o presente momento nenhuma se encaixa melhor.


Se esta teoria for verdadeira, todo o alicerce do cristianismo se baseia no desamor ou auto ódio de um homossexual enrustido, incapaz de mudar a si próprio ou achar salvação autônoma, encontrando-a somente pela graça de Deus. Se essa teoria for verdadeira, tentem imaginar como a história do mundo teria sido diferente se Paulo não tivesse nascido gay e tivesse passado pelo auto ódio resultante de sua condição natural de nascimento.

Paulo fala, então, a partir da perspectiva de um cristão padecendo de um desamor crônico. Isso antes de virar um mito. Ele prega as doutrinas que irão praticamente moldar o cristianismo nos séculos vindouros, mas nada fala sobre os milagres que certamente promoveriam a fé ou dos detalhes da vida de Jesus que um evangelista naturalmente usaria para converter. Ele não fez isso porque na verdade essas histórias ainda não existiam. Elas só surgiriam depois, quando os evangelhos foram escritos.


Mais contradições de Paulo

A- Toda Escritura é inspirada por Deus... No entanto escreveu idéias pessoais, sem inspiração divina; I Cor 7:6, 12, 25, 40; | II Cor 8:10 - 11:17 | II Tim 3:16

B- Ninguém é justificado pela Lei de Moises... Mas, afirmou o contrário, que as pessoas são justificadas pela obediência à Lei; Gl 2:16 - 3:11 | Rm 2:13.


C- A circuncisão do pênis é proveitosa para todas as coisas. Mas ainda segundo Paulo, a circuncisão não serve para nada e, mesmo assim, circuncidou a Timóteo para agradar os judeus; Atos 16:3 |Rm 3:1-2| Gl 5:11 | I Cor 7:19 | Gl 6:15. 


D- Segundo Paulo quem procurasse agradar a homens, não agradaria a Cristo. Mas depois disse que estava agradando a todos os homens, para salvá-los; I Cor 10:33 | Gl 1:10.


E- Todas as coisas são puras para os puros. Mas disse que há coisas impuras, que os puros não devem tocar; Tito 1:15 | II Cor 6:17.


F- Paulo tinha prazer na Lei, mas afirma categoricamente que a Lei induz a pessoa a pecar, e é ministério de morte; Rm 7:22 | 7:5-10 | II Cor 3:7.


G- Paulo ensina que só a fé salva. Tiago não concorda e diz, que a fé sem obras não salva e está morta; Ef 2:8 - 9 |Tg 2:14-26.


H- Paulo escreveu que a morte reinou desde Adão até Moises. Depois, porém, escreveu que a morte existirá, até ser destruída como último inimigo da humanidade, no fim dos tempos; Rm 5:14 | I Cor 15:26.


I- O livro de Números diz que morreram 24 mil hebreus pela prostituição. Mas Paulo diz que foram 23 mil; Nm 25:9 | I Cor 10:8.


Paulo não cita o Jesus dos Evangelhos
Nas cartas de Paulo Jesus não é inserido em um contexto histórico. Nelas não temos um Jesus andarilho, parábolas, milagres; etc. Não tem paixão em Jerusalém, túmulo vazio, aparições em carne e osso. Ao invés disso, temos um obscuro personagem celestial, revelado em "visões".

Apenas em Gálatas 1:19, Paulo menciona um Jesus contemporâneo e não histórico, e somente para apontar que Tiago é irmão do Senhor. O uso do termo Senhor é questionável segundo peritos, já que a palavra Senhor não era de uso comum até o segundo século. Portanto as cartas Paulinas, não dão testemunho a um Jesus da primeira metade do primeiro século.


Estranho que Paulo nunca tenha dito algo como "Disse Jesus..." ou então "Jesus curou...; e ele teve oportunidades para assim proceder em suas exortações mesmo que não estivesse interessado em contar a vida de Jesus.


Paulo diz várias vezes algo como "Dizem as Escrituras" (Rm 15:04 |10:11; I Cor 14:21; Gál 03:08; etc) e nenhuma vez menciona Jesus como tivesse falado. Ninguém contou a Paulo sobre os sermões e ensinamentos de Jesus?


Os exemplos apresentados pelos Cristãos não parecem apropriados. O que se esperava eram referências aos milagres, os sermões assistidos pelas multidões; às discussões com os fariseus; à condenação pelas autoridades da época e etc.


Paulo não fala o nome da mãe e do pai de Jesus, da gravidez miraculosa, da época ou do local de nascimento, da estrela guia, não fala dos magos, da apresentação, etc. E o que significa "Tiago, irmão de Jesus"? Paulo usa o termo "irmão" ou "irmãos" dúzias de vezes. Ele realmente se referiu a Tiago como irmão de sangue de Jesus? Na própria epístola de Tiago, este não é apresentado como irmão de Jesus.

Como esses exemplos temos outros problemas semelhantes. Paulo não parece falar do mesmo Jesus apresentado nos evangelhos. O Jesus milagreiro da Palestina não existe em parte alguma fora dos evangelhos.


A ressurreição de Paulo

Paulo não concebia uma ressurreição física; Paulo disse: Carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção; I Cor 15:50. Se corpos terrestres não podem herdar o reino de Deus então o que poderia? Pior do que essa teoria falsa, são pessoas tentando explicar o contrário. 

Conversão ou Invenção? 

Em Jerusalém, um jovem judeu chamado Saulo faz verdadeiras atrocidades com os cristãos. Persegue-os furiosamente, invade suas casas e os manda para prisão. Informado de que, a cada dia, cresce a comunidade cristã em Damasco, na Síria, pede e obtém do Sinédrio, o Supremo Tribunal da comunidade judaica de Jerusalém, cartas de recomendação aos rabinos daquela cidade, autorizando-os a caçar os hereges cristãos. Acompanhado de alguns homens, percorre a cavalo os cerca de 200 quilômetros até Damasco. Depois de sete dias de viagem, sob um sol escaldante, consegue finalmente avistar as muralhas da cidade.

Mas, de repente, uma forte luz vinda do céu incide sobre ele e assusta seu cavalo, que o joga no chão. Naquele instante, o jovem judeu ouve uma voz que diz: “Saulo, Saulo, por que me persegues?” Atônito, ele indaga: “Quem és, Senhor?” A voz responde: “Jesus, a quem tu persegues. Mas levanta-te, entra na cidade e te dirão o que deves fazer”. O séquito de Saulo permanece mudo de espanto, sem entender de onde vem aquela voz. Saulo, por sua vez, ergue-se do chão, mas não consegue enxergar nada. Em Damasco, permanece três dias e três noites em jejum, refletindo sobre o estranho acontecimento, até ser visitado por Ananias, um discípulo de Cristo, que lhe diz: “Saulo, meu irmão, o Senhor me enviou. O mesmo que te apareceu no caminho por onde vinhas. 


É para que recuperes a vista e fiques repleto do Espírito Santo”. Nesse exato momento, duas escamas caem dos olhos de Saulo, que volta a ver. Em seguida, ele é batizado. Convertido ao cristianismo, Saulo de Tarso tornou-se aquele que talvez tenha sido o mais importante difusor da religião de Jesus: São Paulo.


O episódio acima, narrado em detalhes no livro Atos dos Apóstolos, do Novo Testamento, teria marcado radicalmente a vida de Paulo. Não é possível provar que ele tenha de fato acontecido. Os textos bíblicos são as únicas fontes disponíveis para se reconstituir a história do 'santo', acreditar neles é uma questão de fé. Enquanto a maioria dos apóstolos que conviveram com Jesus restringiram sua pregação à Palestina, Paulo levou a palavra de Cristo para lugares distantes, como a Grécia e Roma.


Sua importância na construção da Igreja primitiva é tão grande que muitos estudiosos atribuem a ele o título de pai do cristianismo. Ma
s as cartas de São Paulo são uma fraude em relação a "doutrina" de CristoSua conversão foi uma farsa. Ele criou uma religião híbrida. A prova disso é o mundo que nos cerca. Um mundo cheio de guerra, de sofrimentos e de desespero.

Para entender melhor o papel de São Paulo na origem e construção do cristianismo é preciso voltar no tempo e acompanhar de perto sua vida. O principal relato sobre ele está presente nos Atos dos Apóstolos, livro escrito pelo evangelista Lucas, que foi também dos maiores discípulos de Paulo. Seus relatos, no entanto, não são considerados um retrato fiel dos acontecimentos. “Os Atos devem ter sido escritos cerca de 15 a 20 anos após a morte de Paulo, quando ele já poderia estar caindo no esquecimento. Lucas, então, expressa uma visão romanceada do apóstolo, transformando-o em um herói ou, mais do que isso, em um modelo de discípulo.


Pra terminar...
Segundo o astrônomo William Hartmann, a conversão de Paulo pode ter uma explicação diferente. São Paulo pode ter visto um meteoro caindo do céu, e achou que aquela luz fosse uma luz divina. Clique aqui e tenha acesso a teoria.


Fonte: Paulo – Biografia Crítica, Jerome Murphy - O Connor, Edições Loyola, 1996 | Introdução a Paulo e suas Cartas, José Bortolini, Paulus, 2001 | A Bíblia e o Cristianismo | Super Interessante

48 comentários:

  1. NÃO, JESUS NÃO ERA CASADO

    A Bíblia deixa claro que Jesus não era casado, apesar de não entrar em detalhe sobre o estado civil de Jesus ." Considere estes pontos.

    1. A Bíblia muitas vezes fala da família de Jesus; fala também de mulheres que o acompanharam durante o seu ministério e que estavam por perto quando ele foi executado . Mas a Bíblia nunca menciona que Ele tivesse uma esposa . (Mateus 12,46,47; Marcos 3,31,32;15,40; Lucas 8,2,3,19,20; João 19,25). A razão mais lógica de a Bíblia não fala nada sobre isso é que ele nunca foi casado.
    2. Jesus falou a seus discípulos sobre alguns que não se casam para poderem fazer mais no serviço de Deus, Ele disse :"Dê lugar a isso (ficar solteiro) aquele que pode dar lugar a isso."( Mateus 19,10,12) O Jesus foi o modelo para os que decidem não se casar a fim de se dedicarem mais a Deus - João 13,15,1 Coríntios 7,32-38.
    3. Pouco antes de morrer,Jesus deixou sua mãe aos cuidados de um de seus discípulos (João 19.25-27) Se Jesus fosse casado ou tivesse filhos , sem dúvida ele teria tomado providências para que alguém também tomasse conta desses familiares tão próximos.

    4. Ao ensinar como marido deve tratar a sua esposa , a Bíblia usa como modelo o relacionamento de Jesus com a "congregação", e não como uma esposa literal. A Bíblia diz : "Maridos, continuai a amar suas esposas , assim como também o Cristo amou a igreja e se entregou por ela " ( Efésios 5,25) Se Jesus realmente fosse casado enquanto estava na Terra , ELE TERIA SENDO EXEMPLO PERFEITO DE MARIDO LITERAL. Será que o versículo não teria mencionado uma esposa em vez de mencionar a congregação? Cabe o leitor refletir. Obrigado por postar o comentário Calebe seus estudos é muito interessante. Ass: Linda Rondon..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos supor que Jesus tivesse sido casado. Qual o problema? Jesus era um homem com desejos sexuais igual aos outros, a não ser que ele fosse assexuado. Desejo sexual é da natureza humana. Se Jesus era ou não casado ninguém sabe, as informações que estão na bíblia não são de confiança.

      Excluir
    2. Vamos supor que Jesus tivesse casado. Qual o problema? Bom não há problema algum, muito pelo contrário seria uma maravilha se ele realmente fosse casado , como eu mesmo disse , bem no final do texto , Ele TERIA SENDO EXEMPLO PERFEITO DE MARIDO LITERAL, O fato de uma pessoa optar por não casar não faz de uma pessoa assexuada , Conheço amigos que moram sozinhos por opção, não por ser assexuado , assim você ofende as pessoas, ou você também é um assexuado? até porque em outro post , você afirma estar namorando, então você está solteiro, considere uma pessoa assexuada..A Bíblia mesmo sendo cópia de cópia de cópia e de cópia e etc.. deixa claro em afirmar que Jesus sentiu fome ,sede , Jesus chorou foi amigo das mulheres , pois naquela época a mulher na sociedade não tinha vez, a descriminação era generalizada ,Jesus Cristo fez ao contrário tratava as mulheres com dignidade .. Mas não mostra a sexualidade de Cristo , mesmo sendo humano. Se Jesus foi casado ou não é apenas especulações.. Eu acredito que não, Ele não foi casado..Essa é minha opinião..Cada um opina no que quiser não é mesmo?.Linda Rondon

      Excluir
    3. Eu disse que eu sou assexuado? Não, não sou. Mas se fosse falaria sem problema nenhum. Eu não disse que pessoas que optam pela castidade são assexuadas, essa é uma das hipóteses. Que antes que achava, mas hoje penso diferente no caso de Jesus. São inúmeras as razões que faz uma pessoa optar pela castidade. Na minha opinião hoje, Jesus foi casado sim, pois olhando numa ótica que Jesus era um homem comum, faz todo sentido ele ter tido um caso aqui, e outro ali. O que não desmerece seu trabalho.

      É que a igreja nos leva a pensar que uma pessoa casta é mais santa do que pessoas não casta, isso é uma besteira religiosa.

      Excluir
    4. Agora sim entramos em um senso comum. Admiro sua coragem Calebe ,são poucos que dão a cara pra bater..No meu caso eu optei em construir família , Tenho um esposo maravilhoso 16 anos de união foi uma das melhores experiência que eu tive..´Em falar em religião , ela é mais falsa que nota de três reais ..

      Excluir
    5. Obrigado, de qualquer maneira serei criticado, então que eu seja verdadeiro com minhas convicções, aí sim as criticas valem alguma coisa.

      Excluir
  2. " ...faz todo sentido ele ter tido um caso aqui, e outro ali...", certo, seguindo neste raciocínio, poderia engravidar as meninas aqui e lá, caso não tenha ninguém para bancar os filhotes, aborte ! São esses ensinos que faz elevar a moralidade da população, mais liberdade e diversão. Parabéns ao Calebe !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos por parte... Não é porque se tem casos aqui e ali que precisa engravidar. Em nenhum momento fiz apologia ao aborto, alias nem era esse o assunto. O tema do estudo não é aborto, e nem sobre moralidade, alias não preciso ensinar ninguém a ser imoral, temos a bíblia que ensina, temos vários exemplos de homens santos praticando desavidões.

      Parabéns pra bíblia e não pra mim.

      Excluir
    2. Estou referindo a Jesus, nosso maior professor moral, o que não faz sentido é supor que ele teve casos aqui e lá, quando na bíblia ele ensina que o homem e a mulher serão uma só carne, ensina sobre o adultério, veja em Marcos 10. E Jesus não é um homem comum, até porque existem mais de vinte mil referências históricas sobre este homem, mais que qualquer outro filósofo dá época, como o Sócrates, Heráclito, Platão e tantos outros. E a bíblia ensina como os homens são, daí devassidões, e Jesus deu ensinamentos contrários a estes comportamentos.

      Excluir
    3. A bíblia ensina? Você só pode estar de brincadeira, temos maus exemplos na bíblia, alias muitos maus exemplos. A Bíblia é o livro mais imoral da terra. Mesmo que Jesus tivesse tido seus namoros, não tem problema nenhum, melhor ele ter tido namoradas do que abusar de crianças, como Moises fez, numa ocasião.

      Jesus não deixou nada registrado, Jesus falou mas não escreveu nada, tudo que esta nos evangelhos são opiniões dos autores. O fato de Jesus ter namorado ou casado é algo singelo e bonito, e não imundo como vc sugere.

      Por gentileza não use a bíblia como manual de moral e bons consumes, pois a lista de podridão é imensa.

      Excluir
    4. Não estou a afirmar que a bíblia ensina, e sim os ensinamentos de Jesus. E ele está errado em estar contra o adultério e a fornicação ? E como é que você afirma que ele teve casos ? E é um problemão quando afirma que namoricos são casos normais, já percebeu quantas DSTs existem, e é por isso que Jesus afirmava, e muitos na época e como os de hoje, estão contra a este simples ensinamento. E Jesus tinha um propósito com a humanidade, que era nos salvar e não estar em namoricos.

      Jesus não quis registrar, porque muitos testificariam ele, e o mesmo afirmou isto. E não afirmei que casamento ou namoros são imundos, e Jesus tinha uma missão. Estaria ele a deixar filhos, sabendo que iria ser sacrificado ? Paciência !

      A bíblia não é um manual de bons costumes, ela é histórica, e com relação especial com o povo de Israel, e deviam ser eles a autoridade sobre o velho testamento, porque a história é deles, e a lista de mandamentos e leis que estão escritos, era para que houvesse uma grande nação israelita. Não cabe a nós dizer o que é certo ou errado, se a história é de um povo específico.

      Excluir
    5. A solução para Dsts e Aids é a camisinha. Uma coisa é o sexo seguro, mas o que vc cita é moralismo sexual. Uma coisa nada haver com a outra. Achar anormal Jesus ter tido namoradas mostra quanto vc é moralista. Sexo pra vc é uma coisa chula e suja, mas saiba que o sexo é algo bonito quando feito por duas pessoas que se gostam, sem opiniões de moralistas nem de fofoqueiros.

      Jesus não deixou nada registrado, os ensinos sobre adultério são opiniões dos autores do novo testamento, segue quem quiser.
      Você não compreendeu a diferença entre o Jesus histórico com o Jesus mistico inventado? Jesus não veio salvar ninguém de nada, Jesus era apenas contra o governo presente, Jesus foi um ativista.

      A história do povo de Israel esta banhada no sangue, na guerra, no ódio, na intolerância, na mitologia e etc. Os judeus só sabem fazer guerra, é uma nação horrorosa, má, perversa, não tem nada de bom para nos ensinar...

      Excluir
    6. Pode estar com razão, Jesus não veio nos salvar, porque entraria em contradição com os textos do antigo testamento como em Ez 18.20, e acho que Jesus foi um ativista como está descrito em Ez 18, lutando a a favor dos pobres e oprimidos e inclusive pregando a justiça.

      Excluir
    7. E Jesus pregou a justiça de quem,
      dos homens ou de Deus?
      Então devemos buscar e confiar na justiça de quem?

      Excluir
  3. É Calebe de fato a ¨visão ¨mudou mesmo,e dessa vez para embaçada visto que não estás enxergando nada,estás cego pelo brilho de satã ,tanto que não consegues enxergar mais a pureza do legítimo Jesus,e só o do que a sua cabeça criou.
    Não existe nenhuma besteira religiosa,só existe o preconceito de quem não entende o conhecimento hermético de cada experiência.
    Como dizer á alguém qual o gosto de algo trazendo á este a plena experiência de tal proposta.,sem que esta pessoa o tenha sentido?
    Mas fazer o que ?Se pensas segundo a carne ,também enxergas segundo a carne e as coisas de Deus são espirito,logo teu próprio juízo te engana.
    Bem se percebeu que teus conceitos sobre pecado tem todo um quê de permissividade.E já que estás á negar o sacrifício do Senhor .O teu pecado é o teu senhor,pois este sim é o que não resistis e permanece em ti para tua única condenação.
    Pois está escrito que quem não crê já está condenado,e se assim permaneceres,com certeza te tornarás tão desprezivel quanto á todos os que tú condenas em seus atos.
    Pude ver que você acha que todos quantos cometem erros,já vieram programados para fazê-lo,e por isso não merecem ser condenados.
    Quanta falta de percepção tem um homem que está em apuros,quando alguém esta lhe oferecendo ajuda e esse recusa ainda que seja incapaz de livrar-se .
    Fazendo assim você cospe no prato em que comeu e descobrirá no final que o teu orgulho só gerou em ti a morte.
    Depois não ponha a culpa em Jeová,ou qualquer outra divindade,você é quem está cavando a própria cova e escorregando para a morte tem adquirido uma passagem só de ida para sabe lá Deus onde.
    Realmente uma pena,é lastimável ,tanto esforço para nada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tanto estudo para nada? De jeito nenhum, estudando a anos cheguei a essas conclusões. De certo que ninguém me engana com ladainhas religiosas. Fabulas e mitos, são inúteis e não trazem nenhum benefício.

      Excluir
  4. Olá amigo!

    Espantado, confuso e etc...

    Essas são as palavras daquele que você tirou um peso das costas, com um estudo aprofundado de Jeová o falso deus.
    Bom achei até que tinham hackeado o seu blog, mas não, é mudança mesmo de opinião, se o Fabio Sabino fizesse uma analise de seu blog com os últimos postados agora, diria que a obras não é do mesmo escritor, rs.
    Agora vamos ao que interessa!
    Observei alguns comentários seus a respeito da sua nova visão, e separei alguns como por exemplo:
    " Jesus é uma forma melhorada de Jeová" segundo suas palavras em um de seus post.
    Bom amigo você está equivocado, leia seu blog e verá a diferença gritante entre os dois, essas são suas palavras.
    Crer em uma divindade não é para se confortar com a dor desse mundo, mas para buscar respostas que muitos ateus cansados de procurar se CONFORTAM em não crer mais em nada, mas esquecem de olhar para dentro de si mesmos, pois neles estão as respostas para todas as perguntas.
    Você disse em uma de suas postagens a uma pessoa para orar para Deus se manifestar diante dela, observe seu blog quantas pessoas não enxergaram a diferença entre Jeová e Jesus, e você conseguiu, olha ai uma manifestação do Pai em você, mas ele está tão próximo de você que não consegue enxerga-lo.
    Em outra postagem de uma pessoa ele disse para você desfazer o blog pois não teria mais crédito algum seus estudos, você o respondeu que não pois ainda continua tendo crédito sim.
    Mas concordo com a visão dele, pois seus estudos são baseados na Bíblia, que segundo você é MERDA, FANTASIA, FICÇÃO e etc...agora se seu blog se apoia na Bíblia o que dizer então do seus estudos?
    Bom não sei o que aconteceu, mas boa sorte.

    Abraços...NADA TEMA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O blog continua sabe porque? Porque a proposta sempre foi discutir religião, e debater ideias. Antes Jeová era o falso deus e continua sendo, mas agora Jesus (mistico) não o histórico também é um deus que não existe.

      Sabe o que aconteceu amigo? Evoluí, quem cresce muda, quem cresce volta atras e pondera, quem cresce começa tudo de novo... Não é vergonha mudar de visão, vergonha é pregar algo que não faz mais sentido. Sempre preguei o que eu acredito, e sempre fui criticado, agora não iria ser diferente.

      Excluir
  5. Caro Calebe ,não acredito no que estou lendo,Você fala de Jesus de forma idolátrica,como se Ele fosse o que sempre combatemos.
    Acaso não entendeis o que significa a Cristificação?
    Não está escrito?...Aquele que quiser vir após mim,tome sua cruz e siga-me?
    Em outra parte,pude ler de ti,que disseste...
    -A Igreja nos faz pensar que uma pessoa casta é mais santa do que outra,isso é uma besteira religiosa...
    A boa observância das coisas é que nos dá noção de tudo o que somos e praticamos.
    Porque o mundo ¨ está uma bagunça ¨?
    Porquê a cultura não está mais sendo disseminada positivamente.
    Nós Calebe é que fazemos acontecer,como parte do procedimento principal,que é criar.
    Somos cooperadores em tudo,e em tudo está o nosso participar.
    Escolhemos do que queremos fazer parte.
    Por isso acho que tua atitude está sendo um pouco precipitada,em afirmar com tanta convicção tudo o que tens postado.
    A propósito você leu sobre o que eu havia recomendado?
    Se sim o que achou?
    Poderia me repassar o seu parecer e se há uma forma de disseminar as informações de forma positiva ou senão, por que não viu sentido.
    Aquela parte que te falei sobre a matrix illuminati por Brian Kemila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo minha visão sobre iluminatis é aproximada com essa daqui... http://zip.net/bpscNm

      Se preocupar com iluminatis é perder tempo, não podemos fazer nada.

      Excluir
  6. Boa noite Calebe, com todo o respeito, mas vc tirou muitas coisas da revista Super interessante da edição 170 Novembro 2001, do autor Fernando Travi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, por isso citei a fonte no final do estudo. Gosto muito da Super e faço boa parte das minhas pesquisas por lá.

      Excluir
    2. Calebe boa tarde, lembra de quando vc ficou de passar no meu e-mail um estudo sobre as visões de Ezequiel no rio Quebar? Se possível, estou no aguardo.

      Excluir
    3. Olá, não vá na explicação de teólogos e nem de crentes, eles são fissurados em explicar fábulas e juram que mentiras são verdades. O texto é cheio de símbolos e a linguagem é metafórica. Isso significa que a porta aberta para cada qual entender o que quer, é um prato cheio. Considerando todos elementos, pode-se concluir que se trata da visão do carro de deus. Desde de quando deus tem carro?

      Tudo isso não passa de futilidades e mitologia inútil sem serventia alguma.

      Excluir
  7. Bem aventurado é o que não se condena no que aprova,logo Paulo não poderia ter sido homossexual,poi escreveu uma carta na qual de certa forma não aprovava esse comportamento,e se doutra feita tivesse sido,poderoso é o Espirito Santo para modificar os pensamentos e intenções do coração,e transforma-lo em nova criatura na presença de Deus.
    Não sou contra e nem á favor dessa pratica,mas desconfiar do santo de Deus,já é demais,coisa tipica de quem nunca teve a guia de Deus ou que soube fingir muito bem durante todo esse tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual o problema de Paulo ter sido mesmo homossexual? Paulo não aprovava o homossexualismo por que ele não sabia lidar com aquilo, ele achava que deus iria mudar isso, mas não mudou. Paulo continuou com seu "espinho". Não houve mudança só por que ele tinha fé.

      Por outro lado Paulo deu bem o conselho: Bem aventurado é um homossexual que não se condena por ser homossexual. Pobre coitado é quem é homossexual e se culpa. Paulo não era, e nunca foi santo, e desconfiar de pessoas não é nenhum pecado, burrice é acreditar piamente numa pessoa somente porque ela tem uma religião.

      E pra terminar mudar de opinião, de visão não significa que a visão antiga era fingimento, houve mudança só isso. Acomodados ou medrosos nunca mudam, nem saem do lugar.

      Excluir
    2. Os que saem de lugar, muitas vezes o fazem ,quando voam como folhas mortas,desarraigadas que estão da fonte das Águas vivas.
      Considero incrível sua presunção quando afirma tão categoricamente a sexualidade de Paulo,no sentido de retratá-lo como o faz,justamente você ,que tanto reclama de historicidade dos fatos mas não possui nenhuma evidência do que expõe.
      E se ele estivesse referindo-se somente á masturbação por exemplo?
      Para muitos crentes isso é não só um tabu como fraqueza ou pecado.
      Agora você que tanto defende o sentido histórico das coisas,é que realmente deveria rever seus conceitos,quando julgas algo de alguém que nem ao menos conheceu.
      E na verdade você só mudou seus conceitos porque fraquejou,ou porquê foi abduzido por outro vento de doutrina,não permaneceu firme em sua fé.
      Desculpe amigo mas dessa vez precisei te expressar isso.

      Excluir
    3. Colega você errou feio em afirmar que Paulo é um santo, assuma você falou besteira. Ninguém é santo porque tem fé ou segue uma religião. Eu não afirmei categoricamente que Paulo é homossexual, eu expliquei as razões no estudo por que penso isso. É simples, essa é a explicação mais coerente atualmente, as outras não são. Se Paulo era ou não homossexual nunca saberemos. Alias isso é o que menos importa.

      Mania chata essa de dar importância elevada na questão sexual. Se pra você mudar de visão é fraquejar e seguir vento de doutrina, essa é sua opinião, eu penso completamente diferente. Mudar significa reciclar, renovar, avançar, crescer... Começar de novo são para os humildes. Arrogantes e insistentes em velhos erros acham que aqueles que mudam (pra melhor) estão errando na medida, o que é o contrário.

      Excluir
  8. Não ,não errei feio,se pra você tudo são fábulas,porque se preocupar tanto com algo que não mais lhe interessa? Era santo sim e isto não está na sua jurisdição para que você o julgue,besteira fala você quando ¨fala¨contra o que não entende.
    Mudando pra melhor?
    E se tem alguém que tem essa tal mania que afirmas é você que fez tanta questão de citar sua suposição.
    Falsa humildade essa tua,arrogante e insistente és tú que não conhece o poder de Deus e insiste em debater os motivos da fé alheia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falo do que não entendo? Se tem uma coisa que eu manjo é de bíblia, são anos de estudos, que não podem ser descartados assim como se fosse qualquer coisa....

      O blog foi criado justamente para falar de fé e de religião, e todas as opiniões e críticas são bem vindas, mesmo que não sejam iguais as minhas.

      Excluir
    2. Você pode manjar realmente da bíblia,porém,não entende outros conceitos como a consagração e a santificação por exemplo.
      Você acha que isso é fábula mas não é,já estudou sobre os chacras ou kundalini?
      Antes de qualquer conceito referente á esse assunto ser refutado por você,lembre-se da serpente levantada no deserto.
      Pode existir alguma imagem associativa em suas observações,relativas aos exemplos que citei?
      Em outras palavras,o que acontece quando a serpente sobe?
      E quando ela desce?
      É disso que estou falando amigo,de um conhecimento hermético,isto é,que só pode ser experimentado por quem o conhece.
      Para isso é necessário o :...buscais e achareis,pedi e serlhes-a dado,batei e serlhes-a aberta a porta.
      Claro que cito serpente no sentido figurado,esse é o conhecimento que foi difamado pelos que o conhecem,porém nunca foi deixado de lado por quem o aprimora.
      Cá estou eu falando no telhado,espero que a despeito de sua atitude de ceticismo você consiga entender algo do que lhe cito,obrigado.

      Excluir
    3. Quando digo que entendo de bíblia é no sentido amplo, aliás bem amplo. Entendo perfeitamente todos os conceitos teológicos para explicar cada questão bíblica. Entendo e compreendo profundamente como a teologia, a igreja interpretam cada tema bíblico. De anjos a demônios, de revelações a inspirações, de santidade a pecado, de carnalidade a espiritualidade.... Não seja inocente, conheço a fundo todas as explicações e refutações, todas me são conhecidas, por isso disse que são anos de estudos e vivência.

      Poderia sentar numa bancada de teólogos, pastores, bispos e eruditos bíblicos, e nenhum deles iriam me contar conceito novo, e nenhuma interpretação nova dos textos bíblicos, que eu já não tenha estudado e esmiuçado até a exaustão. Você não entendeu a que nível de conhecimento eu tenho para chegar onde cheguei: A de jogar tudo fora, e ficar apenas com a mensagem do amor.

      Excluir
    4. Poderia citar a fonte para chegar onde chegou? de onde bebeu esta água? com as tuas palavras tu mesmo diz que conheceste a verdade a tempos atrás e passou por cima dela porque continuou ansioso pela verdade mesmo depois de conhecer, talvez foi aí que se embebedou com essa coisa toda, desculpe más a única explicação que parece plausível é essa, se descobriu a formula da pólvora, então mostra a formula, senão será mais um contador e inventor de historias

      Att.

      Excluir
  9. Chegar aonde? Você leu,leu,leu e não sentiu ou viveu nada do que já comentou-se sobre o espiritual.
    Agora está até achando que tudo resume-se aos genes e etc.
    Inocente ,eu,não ....estou sendo é realista,tenho quase certeza que desconheces os conceitos que te apresentei,tanto é que só citou a bíblia.
    Você conseguiu um progresso excelente e revolucionário,quando expôs publicamente muitas das informações que até nós vieram.
    Mas nadar e morrer na praia como você está fazendo não te ajuda em nada,daqui á pouco tú podes estar falando de sopa de bactérias e vai pisar nas tuas flores de lótus pra ficar somente com a lama,cuidado pequeno gafanhoto.
    Namastê.

    ResponderExcluir
  10. Cristo vegetariano?...Que Bíblia estão lendo? Não existe essa passagem no Evangelho, ao contrario disso, cristo ajuda em pescaria, distribui e multiplica peixes pra quem estava com fome, e pra completar ainda interpreta uma parábola da seguinte forma: NADA que entre no homem pela boca, é capaz de contaminar, porque sai, mas sim o que sai do coração do homem. Então vir falar que Cristo é vegetariano, pra poder falar contra Paulo é conversa pra quem não conhece as escrituras. Falem em que livro existe tal texto dentro da Biblia...menos apelação, por favor!

    ResponderExcluir
  11. "Pois digo a vós, a não ser que vossa justiça sobrepuje a dos escribas e fariseus, não entrareis no Reino do Céu".....aonde tem isso na Bíblia?? Perai... vegetarianismo, agora essa frase, se eu procurar mais, vou achar mais quantas frases atribuídas a cristo que não existem na Bíblia? De onde estão sendo tirados tais textos? Podem me corrigir caso existam, mencionem qual versículo, capitulo, nos livros de qual apóstolo?

    ResponderExcluir
  12. Com efeito, quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão - Hebreus22...O site fala que foi Paulo?

    ResponderExcluir
  13. (Quando tinha 18 anos, Jesus foi casado com Míriam, uma virgem da tribo de Judá, com quem viveu 7 anos)....De onde tiraram isso?????

    ResponderExcluir
  14. Se eu for evidenciar aqui todas as frases que o site atribui a Cristo, que não existe na Biblia eu não vou parar. Se o site queria comparar o que cristo falava com o que Paulo falava, deveria comparar os livros da própria Biblia. apelar pra livro que não é a Bíblia para justificar o que esse cristo desse livro diferente falava, para comparar com a Bíblia, logico que vai encontrar muita contradição! Texto argumentativo fraco, comparações fracas.

    ResponderExcluir
  15. Acima de tudo, é preciso entender que a bíblia é muito mais do que palavras. Quem encherga a palavra de Deus como um livro de receitas, só estara se martelando por dentro procurando brechas pra tentar explicar a não existência de Jeová ou do seu filho Jesus.
    Muitas vezes nos esquecemos que por trás deste mundo que vivemos , existe um plano espiritual.

    ResponderExcluir
  16. Amigo apenas uma obs, quando cita que Paulo diz sobre jesus o que esta escrito conforme as escrituras. E a certeza de que na biblia temos apenas os livros que interessa para igreja catolica e que falta muita informação e livros ,ex apocrifos.

    ResponderExcluir
  17. Cristo é o Esposo Espiritual.
    Quantas tentativas do mal querer compará-lo aos deuses de tradições diferentes.Por que é tão difícil para muitos entenderem que Ele é as primícias e o ômega de todas as eras.É tempo de revestirmo-nos do que é do alto pois o fim virá,afim de que se destrua toda injustiça.

    ResponderExcluir
  18. Alguém pode alegar ainda: "Se a minha mentira ressalta a veracidade de Deus, aumentando assim a sua glória, por que sou condenado como pecador? " Romanos 3:7 NVI

    Ele está dizendo, ainda que alguém alegue que a mentira contribui para a gloria, esse alguém está errado....cara na boa, interpretação bíblica de criança de 8 anos? VocÊ concluiu o ensino médio?

    Nem vou terminar de ler tanta tolice, viola as orientações bíblicas.

    O que mais vemos no meio cristão são as pessoas recortarem da bíblia partes que interessam e IGNORAM O QUE NÃO INTERESSAM, se quer meditam nas passagens paralelas nem em um todo da escritura.

    Acredito que as distorções bíblicas que acontecem no meio cristão não passam de mera ignorância, fruto de um país cuja prioridade não é a educação, nem a criticidade, pois cogitar a possibilidade de todos esses que se dizem cristãos estarem distorcendo por dolo e maldade, assusta e corta meu coração.


    ResponderExcluir
  19. http://impulsoluciferico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. ...E disse Jesus aos seus discípulos:...Deixai vir á mim as criancinhas pois é delas o reino dos céus.Viva São Cosme e S.Damião.

    ResponderExcluir
  21. Por que a história é muda quanto o alegado cristianismo do século I, enquanto os historiadores cristãos são tão falantes a esse respeito?

    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/paguei-pra-ver

    ResponderExcluir
  22. Calebe, primeiramente gostaria de parabenizá-lo por sua pela realidade e ter a mente aberta para pensar. Também estudo as questões levantadas. sam.file@hotmail.com
    esse é meu email. gostaria de conversar com você e outros que tbem pesquisam. Samuel

    ResponderExcluir

Sobre Comentários: O que pode? Concordar, discordar, opiniões contra e a favor, compartilhar sites, links, vídeos, estudos científicos, religiosos e etc. O que não pode? Palavões, baixarias, ofensas de cunho pessoal e piadas.